sexta-feira, 29 de Agosto de 2008

SITE NUNO GAMA


“Um homem contemporâneo, urbano, que aprecia o bom design, que gosta da diferença e de assumir essa diferença perante os outros, gosta de estar bem consigo mesmo, gosta de conforto, bons materiais, bons acabamentos”. É este o público-alvo de Nuno Gama e foi a pensar nele que o designer desenvolveu o seu site oficial.

Lançado no passado dia 16 de Agosto, http://www.nunogama.pt/ não só exibe imagens e vídeos das colecções Verão 08 e Inverno 08/09, apresentadas nas últimas duas edições da ModaLisboaEstoril, como dá a possibilidade aos clientes e fãs do designer de comprarem online algumas peças da sua colecção actual, assim como acessórios e jóias. A oferta é diversificada: cardigans, jeans, pólos, sweaters, t-shirts, camisas básicas e de fantasia, cintos, suspensórios e terços. E o processo bastante simples: basta aceder a http://www.nunogama.pt/, entrar na loja online, seleccionar as peças preferidas nas cores e tamanhos pretendidos e ir enchendo o carrinho de compras.

Nuno Gama espera que “gostem, que façam muitas compras e que sobretudo se sintam bem com o que comprarem…E de bem com a vida”.

TERCEIRO MANIFESTO DE STEFANO PILATI PARA YSL

Stefano Pilati vai lançar o seu terceiro Manifesto no próximo dia 6 de Setembro. Por ocasião da apresentação da colecção Outono/Inverno 08/09 da YSL, mais de 500 000 cópias do jornal Manifesto serão distribuídas pelas ruas de Paris, Nova Iorque, Londres, Tóquio e Hong Kong. O Manifesto apresentará a nova musa da casa francesa, Naomi Campbell, fotografada por Inez van Lamsweerde e Vinoodh Matadin. A novidade da estação: os primeiros 5000 transeuntes a receberem o jornal receberão também um saco em algodão de edição limitada, imaginado pelo próprio Stefano Pilati. No mesmo dia, uma série de mini curtas-metragens serão difundidas em http://www.ysl.com/.

quinta-feira, 28 de Agosto de 2008

UM URSO DE PELUCHE “COUTURE”

A empresa alemã de brinquedos Margarete Steiff associou-se a Karl Lagerfeld para produzir um urso de peluche que lembra o designer com os seus distintivos óculos de sol, leque, fato preto e camisa branca.

Esta colaboração especial é limitada a 2500 ursos, que estarão à venda em Setembro nas lojas Neiman Marcus, nos Estados Unidos, por 1500 dólares cada.

A Alta Costura alia-se ao mundo dos brinquedos!


A HISTÓRIA DE MARGARETE STEIFF

Margarete Steiff nasceu em 1847 na cidade alemã de Giengen. Com um ano e meio de idade, ficou imobilizada das pernas e com o braço direito debilitado. Três anos mais tarde foi dado o diagnóstico: paralisia infantil. Com a ajuda das irmãs e amigos foi para a escola e aos 17 anos fez um curso de costura.

Em 1874, o seu pai transformou um espaço da casa numa pequena alfaiataria e com os primeiros lucros comprou uma máquina de costura. Margarete fundou o seu próprio negócio e começou a vender roupa e objectos para casa. Depois de ver um pequeno elefante numa revista de moda, tirou o molde e fez dele um alfineteiro. O sucesso foi imediato, especialmente junto das crianças, que queriam o elefante como brinquedo.

Em 1880, Margarete fundou a Steiff e em seis anos o elefante vendeu mais de 5 mil unidades. Margarete passou a desenhar os próprios modelos e em 1893 o catálogo da empresa incluía também macacos, cavalos, porcos, ratos, cães, gatos. Em 1902, o seu sobrinho, que também trabalhava na empresa, criou um urso de peluche com braços e pernas que se moviam. Inicialmente, Margarete não acreditava muito na ideia, mas concordou que ele apresentasse a criação na feira de brinquedos de Leipzig. O sucesso começou quando um comprador americano fez uma encomenda de 3 mil ursos.

A partir de 1906, as vendas de ursos de peluche nos EUA dispararam e estes passaram a ser conhecidos pelo nome de "Teddy Bear". Em 1907, a empresa tinha 400 funcionários, 1800 home workers e produziu mais de 1,7 milhões de brinquedos, incluindo 970 mil teddy bears.

Margarete Steiff morreu aos 61 anos, mas a sua empresa ainda existe e continua a distinguir-se pelos seus de ursos de peluche de tradição e qualidade.

HEDI SLIMANE ASSINA PRIMEIRA CAPA DA VOGUE HOMMES JAPÃO

“Existe uma moda antes de Hedi Slimane e existe uma moda depois de Hedi Slimane”, declarou Kazuhiro Saito, editor-chefe da nova Vogue Hommes Japão. O ex director artístico da Dior Homme fotografou a capa do primeiro número da versão japonesa da célebre revista de moda, cujo lançamento está previsto para 10 de Setembro.

Este não é o primeiro ensaio fotográfico de Hedi Slimane. O designer teve o seu grande regresso artístico em Novembro de 2007, com a apresentação de uma exposição de fotografia e a publicação de um livro: “Hedi Slimane - Perfect Stranger”. Este projecto artístico, nascido de uma encomenda do MUSAC (Museu de Arte Contemporânea de Leon, em Espanha), reuniu todos os documentos sobre o Festival de Benicassim 2007, um vídeo e fotos da autoria de Hedi Slimane. Paralelamente, o designer tem um diário fotográfico na Internet, o Hedi Slimane Diary, que vale a pena ver: http://www.hedislimane.com/diary/

quarta-feira, 27 de Agosto de 2008

"RENEWABLE CLOTHING" POR FERNANDO BRÍZIO

Já todos sujámos peças de roupa com manchas de caneta mas talvez nunca nos tenha ocorrido tirar partido desses borrões. Imagine um vestido branco com múltiplos pequenos bolsos para colocar a seu gosto canetas de feltro sem tampa. (este pormenor é importante). Pode escolher as cores ao acaso e em menos de uma hora elas espalham-se pelo tecido e as sempre indesejadas manchas transformam-se na própria estampagem. Após a lavagem, o vestido recupera a brancura e fica pronto para uma nova utilização e para uma nova “estampagem”.

Esta curiosa peça não é fictícia. Baseada no conceito “Do-it-yourself”, faz parte do projecto “Renewable Clothing”, que o designer Fernando Brízio apresenta na exposição “Flexibility Design in a fast-changing society”, patente até 12 de Outubro no antigo estabelecimento prisional “Le Nuove”, em Turim, Itália. “O tema da exposição – Flexibility – deu-me a oportunidade de recuperar ideias que ainda estavam por resolver. Isto permitiu-me criar objectos abertos que, tal como um programa, podem ser modificados, apagados ou reiniciados múltiplas vezes”, explica o designer.

Mais informações sobre este e outros projectos originais que integram a exposição em:
http://www.torinoworlddesigncapital.it/
http://www.designboom.com/

terça-feira, 26 de Agosto de 2008

FESTIVAL DE CINEMA DE VENEZA PRESTA HOMENAGEM A VALENTINO

O 65º Festival de Cinema de Veneza começa amanhã. Vinte e um filmes disputarão o Leão de Ouro nesta importante mostra internacional de arte cinematográfica, que este ano é dedicada ao realizador egípcio Youssef Chahine, falecido em Julho passado. A concorrer ao galardão está também o filme “Nuiit de chien”, de Werner Schroeter, filmado no Porto e em Lisboa, há cerca de três meses.

Este ano, Veneza dedica também um momento ao mundo da moda. Matt Tyrnauer, colaborador da edição americana da revista Vanity Fair, preparou um documentário sobre a vida e obra do designer italiano Valentino Garavani.

A película foi filmada de acordo com a corrente francesa do “cinéma verité”. Consiste em utilizar uma pequena equipa de filmagem, com a câmara ao ombro, para conseguir um efeito verdadeiramente intimista. “Valentino: O último imperador” conta a história da sua extraordinária vida e obra, explorando todos os assuntos que afectam o negócio da moda num tom muito pessoal, repleto de glamour e com momentos cómicos. "Esta película é uma biografia autorizada, que abrange toda a minha vida, a moda e todos os eventos em que participei. Há vídeos de época com as divas que vesti, com a minha voz em off", declarou Valentino. O filme será apresentado na próxima quinta-feira, 28 de Agosto. Entretanto, o Musée de la Mode et du Textile, em Paris, presta também homenagem ao designer italiano, com a mostra “Valentino, temas e variações”, que estará em exibição até 21 de Setembro.

Valentino Garavani obteve o seu primeiro êxito como designer de moda no início da década de 1960 e retirou-se das passerelles no passado mês de Janeiro, após mais de quatro décadas a somar êxitos e a vestir celebridades como Jacqueline Kennedy, a princesa Diana de Gales e actrizes como Liz Taylor, Jane Fonda, Sophia Loren ou Ava Gardner.