sexta-feira, 29 de junho de 2012

ESPAÇO QUADRA EXPÕE “1+1 DESIGN GRÁFICO”


Duas exposições cruzam-se numa única para celebrar a grandeza do design português. Dedicada a dois dos mais importantes designers gráficos portugueses dos últimos 50 anos, a exposição "1+1 DESIGN GRÁFICO João Machado + José Brandão" inaugura no próximo dia 7 de julho, pelas 19 horas, no Espaço Quadra, Mercado Municipal de Matosinhos, e estará aberta ao público até 13 de outubro, acompanhada de um programa de conferências e visitas guiadas.

A mostra - organizada pela ESAD/Escola Superior de Artes e Design de Matosinhos, pela Câmara Municipal de Matosinhos e pela Fábrica de Santo Thyrso – pretende conduzir os visitantes numa viagem através da evolução técnica, formal e conceptual do design de comunicação desde a década de 1970 à atualidade, através da força visual dos cartazes, selos, livros, logos e outros trabalhos gráficos de João Machado e José Brandão.


João Machado (Coimbra, 1942), formado em escultura na Escola de Belas Artes do Porto, desenvolveu um idioma visual inventivo e erudito, marcado por uma permanente experimentação formal, que tem merecido forte reconhecimento internacional. Entre inúmeras distinções, foi premiado com o Prémio Excelência da Icograda. Trabalhos recentes como os cartazes International Year of Forests (2011) e Japan - From Great Earthquake to Recreation (2011) evidenciam uma impressionante largura sintática e semântica do trabalho do designer, capaz de um constante adicionar de elementos novos a uma linguagem autoral há muito amadurecida.

José Brandão (Nova Iorque, 1944) formou-se em design gráfico em Londres, trabalhou no atelier Joubert em Paris, com Keith Cunningham em Londres e Sebastião Rodrigues em Lisboa. Sócio fundador da Associação Portuguesa de Designers, dedicou-se com o mesmo empenho ao ensino, ao comissariado e à prática profissional do design, desenvolvendo uma vasta obra materializada em centenas de livros, cartazes e selos caracterizados por um notável equilíbrio entre funcionalidade comunicativa e inventividade formal.





BRUCE WEBBER CAPTA A ESSÊNCIA DO NOVO PERFUME ACQUA DI GIÒ ESSENZA

Uma mistura perfeita entre a beleza humana e a harmonia com a natureza. Assim se define a nova campanha de Acqua di Giò, um dos perfumes masculinos mais famosos de Giorgio Armani, que ganha agora uma nova vida graças às imagens do icónico fotógrafo de moda, Bruce Webber.

Giorgio Armani sempre adorou o Mediterrâneo e em 1996 inspirou-se na paisagem rochosa de Pantelleria para criar Acqua di Gio, uma mistura fresca e sensual que se tornou um clássico entre as fragrâncias masculinas. E foi no poder do mar e no brilho do céu desta mesma ilha italiana que Armani voltou a inspirar-se para criar a nova versão do perfume: Acqua di Giò Essenza. Uma versão mais intensa que o designer italiano descreve como um concentrado de poder e sensualidade. Bruce Webber captou essa essência em imagens e escolheu para rosto da campanha o modelo canadiano Simon Nessman.

quinta-feira, 28 de junho de 2012

WORKSHOPS DE MODA NA FACULDADE DE ARQUITETURA DE LISBOA


A Faculdade de Arquitetura de Lisboa vai promover, nos meses de julho e setembro, um conjunto de workshops na área de moda.

O primeiro decorre de 2 a 13 de julho e é dedicado à fotografia de moda. O fotógrafo João Bettencourt Bacelar ensinará aos formandos todas as etapas necessárias à realização de um editorial de moda, para uma revista impressa, uma revista online ou um editorial multimédia.

O segundo workshop é especialmente dirigido a alunos de Design de Moda que precisem de elaborar ou aperfeiçoar um portfólio profissional. Realiza-se de 4 a 10 de julho e tem como formadora a professora de projeto de Design de Moda, Maria José Sacchetti.

No final de julho (entre os dias 23 e 27), a designer Sara Lamúrias, criadora da marca aforestdesign, fará uma introdução à pratica do Design de Moda e às metodologias usadas num projeto de Moda. Este curso de 30 horas destina-se particularmente a futuros estudantes de Moda ou a criativos que tenham formação noutra área de design e pretendam vir a frequentar o mestrado em Design de Moda.

Para setembro fica reservado o workshop de Styling, lecionado pela produtora de moda Susana Jacobetty, que fará uma introdução teórica e prática à profissão de Fashion Stylist e à produção de um editorial de moda.

As inscrições já estão abertas!


Para mais informações, contacte:

Serviços Académicos da Faculdade de Arquitetura da UTL

Rua Sá Nogueira - Polo Universitário da Ajuda
E-mail: sacademicos@fa.utl.pt 

Tel: 21 361 50 27 / 5070 / 5075


IMAGEM:
Fotografia: João Bacelar
Styling: Susana Jacobetty

quarta-feira, 27 de junho de 2012

HERMÈS COLABORA COM HIROSHI SUGIMOTO NA TERCEIRA EDIÇÃO DO PROJETO “HERMÈS EDITEUR”


Durante 10 anos, o fotógrafo japonês Hiroshi Sugimoto usou um prisma gigante para criar impressionantes gradações cromáticas que captou em Polaroid. Para este projeto, denominado 'Colours of Shadow', Hiroshi inspirou-se nas doutrinas budistas, nas experiências científicas sobre a cor inicialmente desenvolvidas por Isaac Newton, e em estudos sobre as respostas psicológicas à cor.

Em 2011, Pierre-Alexis Dumas, diretor criativo da marca Hermès, visitou o fotógrafo no seu estúdio e, impressionado pela intensidade das cores, decidiu que as Polaroids de Hiroshi eram a base perfeita para a terceira edição do projeto “Hermès Editeur”, que apresenta edições limitadas de lenços em seda criados em colaboração de diferentes artistas plásticos. Josef Albers desenhou a primeira edição e Daniel Buren a segunda.

Usando um novo método de impressão a jato de tinta, a Hermès apresenta agora uma coleção exclusiva de 20 lenços diferentes que retratam as experiências cromáticas de Hiroshi Sugimoto. Para manter a exclusividade, cada lenço (140x140 cm) terá uma edição limitada de apenas sete exemplares numerados à mão e será vendido com um certificado de autenticidade e um livro.

Os lenços de Hiroshi Sugimoto estiveram em exibição até ao passado dia 21 de junho no Museum der Kulturen, em Basel, Suíça, e em setembro serão apresentados na La Verrière, em Bruxelas.








terça-feira, 26 de junho de 2012

NOVA LOJA PELCOR EM LISBOA


Se vive em Lisboa ou está de visita à capital e procura acessórios de moda originais produzidos num material genuinamente Português, não deixe de visitar a nova loja da PELCOR, junto à Sé. Na Rua das Pedras Negras nº 28 encontra um espaço de traça antiga Pombalina, com uma decoração clean e sofisticada, onde estão em exibição as duas novas coleções de acessórios em pele de cortiça da reconhecida marca portuguesa: a Pelcor Collection, com uma linguagem mais trendy e requintada e manufatura de excelência; e a Pelcor Must-Haves, uma gama de peças simples e "essenciais” para a vida quotidiana, de design intemporal.

Malas de senhora de diferentes modelos e tamanhos, totes, weekend bags com detalhes em pele, pastas masculinas clássicas, sacos e necessaires de viagem, cintos, material de escritório, capas para smartphones e tablets e guarda-chuvas em pele de cortiça de tom natural ou cores intensas como laranja, bordeaux, azul ou chocolate são apenas alguns dos artigos que podemos encontrar na nova loja da PELCOR, inaugurada no passado dia 21 de junho.

Design, inovação e sustentabilidade são as principais apostas da marca de Sandra Correia (PELCOR CEO), que reinventa agora a sua identidade com uma nova imagem e uma nova linguagem criativa.

www.pelcor.pt








PRADA COLABORA COM ARTISTA VAHRAM MURATYAN


A marca Prada associou-se ao artista e designer gráfico Vahram Muratyan para criar uma linha de t-shirts para homem e senhora inspirada nas criações da coleção primavera/verão 2012 – desde sapatos com saltos em chamas a óculos de sol. Simples e divertidas, as t-shirts chegam às lojas Prada de todo o mundo em meados de julho.

A marca italiana contratou o ilustrador arménio no início de 2012 para criar um lookbook virtual que refletisse o seu estilo jovial, denominado Prada Parallel Universes. Vahram Muratyan tornou-se conhecido pelo lançamento do seu livro Paris vs New York, obra onde explora os símbolos míticos de ambas as cidades e que serve como ponto de partida para a mais recente proposta da Prada.




segunda-feira, 25 de junho de 2012

RAY-BAN CELEBRA 75º ANIVERSÁRIO


A icónica marca de óculos Ray-Ban comemora o seu 75º aniversário com uma campanha publicitária muito especial e o lançamento da coleção Legends, que reedita alguns dos seus modelos clássicos e os adapta aos dias de hoje. Destaque também para Ambermatic, uma nova versão dos emblemáticos óculos aviador com armações mais finas e lentes amarelas sensíveis à luz, que escurecem dependendo do brilho e da temperatura.

Ao longo dos seus 75 anos, a Ray-Ban soube sempre reinventar-se, acompanhar as tendências e evoluir com o desejo dos consumidores, criando modelos que se tornaram verdadeiros ícones de moda como o Ray-Ban Wayfarer, o Aviator e o Jackie Ohh, entre outros. O Wayfarer, criado em 1952, foi inspirado nos famosos carros rabo de peixe e tornou-se uma febre na década de 60 ao ser usado por celebridades como Audrey Hepburn, Bob Dylan e John Lennon. Igualmente famoso, o modelo Aviator foi adotado como símbolo dos militares e dos pilotos e popularizado por estrelas da música pop e do cinema como Paul McCartney, Ringo Starr e Freddie Mercury, entre outros. Jackie Ohh é outro clássico dos anos 1960, que não perde força com o passar dos anos. O seu nome deriva do apelido da primeira-dama dos Estados Unidos, Jacqueline Kennedy - Jackie O - que adotou este modelo como o seu favorito.

Para celebrar o seu aniversário e apresentar os principais modelos de óculos da sua trajetória e os que mais se destacaram em cada década, a Ray-Ban lançou a campanha Legends, que revitaliza o slogan da marca, Never Hide.

1930 - foi lançado o modelo Aviator
1940 - Clubmaster foi o modelo da década
1950 - foi lançado o Ray-Ban Wayfarer.
1960 - Cat Eye foi o destaque da coleção.
1970 - o estilo round foi eleito o melhor do ano.
1980 - regressa o estilo Cat Eye com armações mais robustas.
1990 - o ano do estilo Geek. Nesta década os óculos graduados deixaram de ser utilizados para correção visual e tornaram-se um acessório de moda.

E para completar a comemoração, a Ray-Ban vai lançar em setembro o livro Legends: Untold Stories, de edição limitada e com retratos raros dos principais fãs da marca, como James Dean e Michael Jackson.











sexta-feira, 22 de junho de 2012

NEWGEN APOIA MARQUES’ALMEIDA


Marques’Almeida continua a dar provas do seu talento e a conquistar o mercado internacional. A dupla portuguesa formada pelos designers de moda Marta Marques e Paulo Almeida - presente na plataforma LAB da ModaLisboa desde outubro de 2011 - está entre os 13 talentos emergentes eleitos para receber o apoio da NEWGEN, a plataforma britânica que impulsionou nomes como Alexander McQueen, Giles Deacon ou Jonathan Saunders, entre muitos outros.

Estabelecida em 1993, a NEWGEN resulta de uma parceria entre o British Fashion Council e a Topshop e patrocina novos designers estabelecidos em Inglaterra em todas as estações, dando-lhes a oportunidade de desfilar na Semana de Moda de Londres (espaço Newgen) e de dar a conhecer o seu trabalho aos múltiplos compradores e imprensa internacional presentes neste prestigiado evento.

Além dos portugueses Marques’Almeida, este ano, a NEWGEN irá apoiar também Christopher Raeburn, J.JS.Lee, Lucas Nascimento, Sophia Webster, Lim Cooper, J.W. Anderson, Palmer//Harding, Huishan Zhang, Michael Van Der Ham, Nasir Mazhar e Sister by Sibling.

Parabéns a todos e em especial a Marta Marques e Paulo Almeida!

quinta-feira, 21 de junho de 2012

LOUIS VUITTON RECRIA O GLAMOUR DAS VIAGENS


Recriar o glamour das viagens de forma cinemática é o objetivo da nova campanha outono/inverno 2012-2013 da Louis Vuitton. A luxuosa marca francesa reproduziu uma estação de comboios no seu último desfile na Semana de Moda de Paris e pretende agora prosseguir viagem. O interior do Expresso Louis Vuitton foi reconstruído, com pormenores de requinte e extravagância, num estúdio em Nova Iorque, tendo a locomotiva já partido numa nova aventura, que terminará em Xangai a 19 de julho.

Nas imagens capturadas por Steven Meisel, dez jovens viajantes, acompanhadas de quatro bagageiros, exibem a silhueta em A alongada da coleção outono/inverno 2012-2013 da Louis Vuitton. Sobressaem opulentos brocados, sobretudos decorados com botões-joia sobre midi vestidos em shantung, saias de couro, calças com bordados na bainha e as malas destaque da estação - Sunshine Express com monograma em lantejoulas; Leopard preta e branca; e Transsibérien em pelo de cabra descorado e com uma fivela-joia. Mantendo o tema das viagens, a icónica bagagem em tela Monograma da Louis Vuitton é guardada numa prateleira superior ou transportada por um bagageiro.

Apesar de toda a sumptuosidade, Steven Meisel conseguiu tornar o ambiente leve e romântico. “Nesta temporada existe uma leveza e uma magia em tudo — que é visível de forma perfeita nestas imagens”, afirma Marc Jacobs, diretor criativo da Louis Vuitton.

A campanha inclui um total de 10 imagens e será lançada nas edições de agosto de revistas do mundo inteiro.






GUGGENHEIM MUSEUM EXPÕE PINTURA DE KANDINSKY


A partir do próximo dia 25 de junho, o Guggenheim Museum, em Nova Iorque, presta homenagem a um dos mais célebres pintores do século XX: Vasily Kandinsky .

Um dos pioneiros da arte abstrata e teórico estético, Vasily Kandinsky (1866-1944) acreditava que, mais do que imitar o mundo natural, a tarefa do pintor era a de transmitir o seu mundo interior. Kandinsky é uma figura central na história do Guggenheim Museum. As suas obras não só representam uma parte do núcleo e da essência da coleção do museu, como inspiraram também a criação do edifício. Em 1929, Solomon R. Guggenheim começou a colecionar telas do artista e em 1943, entusiasmado pela arte abstrata, convidou Frank Lloyd Wright para se inspirar nela e projetar o que se viria a tornar-se uma das maiores obras-primas do arquiteto: o Solomon R. Guggenheim Museum, inaugurado em 1959.

A exposição que o museu dedica agora a Kandinsky foca o período de 1911–1913, apresentando uma série de pinturas concluídas no momento em que o artista avançou para a abstração total e publicou o seu tratado estético On the Spiritual in Art (1911). Em exibição estarão também pinturas de Robert Delaunay e Marc Franz, que foram exibidas ao lado da obra de Kandinsky, em março de 1912, na exposição “Der Blaue Reiter” (O Cavaleiro Azul), realizada na Moderne Galerie Heinrich Thannhauser, em Munique.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

“HAPPY” BY LANVIN


Há dez anos que Alber Elbaz renova os códigos da mítica Jeanne Lanvin e os traduz em fabulosas criações. Para celebrar esta prodigiosa década, Lanvin lança “Happy”, uma coleção cápsula de acessórios que enaltece a eterna elegância da casa francesa e estará à venda nas lojas da marca a partir de agosto.

Nascido em Casablanca, em Marrocos, Alber Elbaz mudou-se com a família aos oito meses para Israel, onde, mais tarde, estudou design durante quatro anos no Shenkar College, em Tel Aviv. Desde então, já morou nos Estados Unidos e em Itália. Hoje vive em Paris, França, mas cria para mulheres do mundo inteiro. Segundo a sua filosofia, a moda deve ser intemporal e abraçar a liberdade da mulher atual. É com esse espírito livre e determinado, que Elbaz trabalha e vive. Desde que assumiu a direção artística da Lanvin, o designer tem apostado em looks sofisticados complementados com requintados acessórios. Alber Elbaz acredita que a moda, mais do que vestir, deve fazer sonhar e trazer felicidade, pelo que a sua nova coleção de acessórios não poderia ter outro nome que não fosse “HAPPY”.

FOTOS: Cortesia Lanvin





ESPACE CULTUREL LOUIS VUITTON APRESENTA “TURBULENCE”


Entre 21 de junho e 16 de setembro de 2012, o Espace Culturel Louis Vuitton, em Paris, apresenta “Turbulence”, uma exposição que reúne o trabalho de 11 artistas de diferentes nacionalidades, que exploram a arte de brincar com a turbulência.

Atualmente, com o auxílio das novas tecnologias ou de técnicas rudimentares, de imagens virtuais ou de desenhos de linhas tradicionais, artistas de diferentes horizontes exploram as múltiplas possibilidades estéticas e filosóficas da noção de turbulência. Desenvolvem também inúmeros sistemas gráficos, pictóricos ou de notação escultural permitindo “mapear” estes movimentos espontâneos e desconcertantes da matéria.

As instalações imersivas de espaço e vídeo de Pascal Haudressy e Ryoichi Kurokawa, que misturam imagens, sons e esculturas; os ventiladores e turbinas de Attila Csörgo, Zilvinas Kempinas, Petroc Sesti ou Jorinde Voigt, que geram turbilhões ou remoinhos; a aparente parede liquidificada de Loris Cecchini; as esculturas de Sachiko Kodama, que mudam constantemente de acordo com as variações dos campos magnéticos; os fluxos e ondas mecânicas de Élias Crespin; o campo turbulento de cor de Miguel Chevalier para se explorar com o olho e o corpo; as mutações de pixéis de Angela Bulloch.

Vórtex, fluxo, aceleração, efervescência: os trabalhos apresentados no Espace Culturel Louis Vuitton atuam como “turbinas”, gerando processos, estruturas e formas em constante evolução. Ordem e desordem criam um campo fértil e dinâmico.


ESPACE CULTUREL LOUIS VUITTON
60, rue de Bassano
101, avenue des Champs-Élysées
75008 Paris
www.louisvuitton.com/espaceculturel


IMAGENS (da esquerda para a direita):

Angela Bulloch
Progression de 8 pixels pervertis, 2008

Petroc Sesti
Literal Form, 2012

Attila Csörgo
How to Construct an Orange? II (detail), 1993-2006








terça-feira, 19 de junho de 2012

A CADEIRA ENQUANTO OBJETO DE DESIGN


Até ao próximo dia 30 de junho, a loja A Linha da Vizinha, em Lisboa, em parceria com o Vitra Design Museum, apresenta “As Dimensões do Design – Coleção de 100 Miniaturas de Cadeiras”, uma exposição de pequenas réplicas de ícones do design de interiores e mobiliário desde 1800 até 1990. Paralelamente, o MUDE – Museu do Design e da Moda, Coleção Francisco Capelo acolhe também peças icónicas em tamanho real que fazem parte do acervo do Vitra Design Museum e desta exposição. Hoje, a partir das 18h30, o MUDE promove ainda um debate sobre a importância da cadeira como objeto de design. Filipe Alarcão, Gonçalo Prudêncio, João Mendes Ribeiro, Manuel Mateus e Pedro America, com moderação de Pedro Cortesão Monteiro, discutem os seus pontos de vista sobre as cadeiras dos outros.

A exposição “As Dimensões do Design – Coleção de 100 Miniaturas de Cadeiras” salienta o papel fundamental e iconográfico da cadeira na história do design, e reflete a fantasia, a simbologia, as referências e as práticas inerentes a este objeto repetidamente interpretado por tantos designers e arquitetos.



A LINHA DA VIZINHA
Av. Conselheiro Fernando de Sousa 27 A
1070-072 Lisboa

CHLOÉ COMEMORA 60º ANIVERSÁRIO


A casa Chloé, criada em 1952 por Gaby Aghion, comemora este ano o seu 60º aniversário. Para assinalar a data, a comissária Judith Clark está a organizar a primeira exposição inteiramente dedicada à marca francesa, no Palais de Tokyo, em Paris.

A mostra intitula-se “Chloé Attitudes” e traça a história da Chloé, através de um percurso temático. Em exibição estarão setenta das criações mais emblemáticas desenhadas pelos diferentes designers que passaram pela direção artística da casa francesa, assim como fotografias e ilustrações de arquivo nunca antes expostas. A Chloé apresentará ainda uma reedição das suas dezasseis peças mais icónicas, como o vestido Violino de Karl Lagerfeld (primavera-verão 1983), a t-shirt Ananás de Stella McCartney (primavera-verão 2001) e a bolsa Paddington de Phoebe Philo (primavera-verão-2005).

A exposição estará patente de 29 de setembro a 18 novembro de 2012, no Palais de Tokyo, e as 16 peças reeditadas estarão disponíveis nas lojas da marca a partir de fevereiro de 2013.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

JOANA VASCONCELOS EXPÕE EM VERSAILLES


A artista plástica portuguesa Joana Vasconcelos é a primeira mulher e quinta artista a expor no Palácio Versailles, França, desde que o espaço abriu as suas portas à arte contemporânea. Além de peças emblemáticas como o sapato "Marilyn" e o lustre "Noiva", a exposição inclui também obras inéditas. Inspirada pela força mitológica e estética de Versailles, Joana Vasconcelos questiona noções de luxo e beleza, apresentando novos trabalhos especialmente desenhados para o Palácio.

Desde 2008 que o Palácio de Versalhes convida artistas contemporâneos a exporem no seu espaço. Jeff Koons foi o primeiro, seguiram-se Takashi Murakami, Xavier Veilhan, Bernar Venet e agora Joana Vasconcelos, que encara este desafio como um dos mais fascinantes da sua carreira. “O meu trabalho foi desenvolvido em torno da ideia de que o mundo é uma ópera, e Versailles encarna o ideal operático e estético que me inspira. As obras que eu proponho existem para este lugar. Vejo-as ligadas a Versailles de uma forma intemporal. Quando passeio pelas salas do Palácio e pelos seus jardins, sinto a energia de uma configuração que gravita entre a realidade e a fantasia, o dia-a-dia e a magia, o festivo e o trágico. Ainda posso ouvir o eco dos passos de Marie-Antoinette, o ambiente festivo e a música das salas senhoriais. Como seria a vida de Versalhes se este universo exuberante e grandioso fosse transferido para a nossa época?”, questiona a artista.

Joana Vasconcelos interpreta a mitologia de Versalhes e transporta-a para o mundo contemporâneo. A exposição está patente ao público de 19 de junho a 30 de setembro.

MUHAMMAD ALI PROTAGONIZA NOVA CAMPANHA "CORE VALUES" DA LOUIS VUITTON


Lutador de boxe, filantropo, ativista político, avô, e agora, rosto da Louis Vuitton. Muhammad Ali é a mais recente personalidade a ser fotografada por Annie Leibowitz para a campanha publicitária “Core Values” da Louis Vuitton. O atleta de 70 anos, considerado o “Desportista do Século” pela Sports Illustrated em 1999, foi fotografado na sua casa no Arizona e partilha os holofotes com o seu neto, Curtis Muhammad, que, com um par de luvas calçadas, se encontra em pé orgulhoso como que esperando para entrar no ringue. Estará ele a preparar-se para seguir as pisadas do seu ilustre avô? Como tagline lê-se “Some stars show you the way. Muhammad Ali and a rising star. Phoenix, Arizona.”

A campanha impressa começou a ser divulgada em publicações internacionais no passado dia 15 de junho. No final de julho seguir-se-á uma campanha de vídeo com a participação do rapper Yasiin Bey e do artista de graffiti Shoe, que irão interpretar no seu próprio estilo algumas das palavras imortais de Muhammad Ali.


A campanha “Core Values” foi lançada em 2007 como uma reafirmação de longa duração do legado da Louis Vuitton como a pioneira da Arte de Viajar. Mais do que o ato físico de ir um de lugar para outro ou de descoberta de um novo destino, viajar é uma experiência emocional, um processo de autodescoberta. Todos temos a capacidade de fazer as nossas próprias viagens pessoais. Naturalmente, a campanha “Core Values” conta com personalidades de estatura global, abrangendo várias áreas profissionais e contextos. Acima e além do seu estatuto de celebridade, tratam-se de individualidades cujas vidas são amplamente reconhecidas como preenchidas e interessantes — pessoas que fizeram as suas próprias viagens pessoais.

Saiba mais sobre a nova campanha em http://www.louisvuittonjourneys.com/the-greatest/






sexta-feira, 15 de junho de 2012

HAVAIANAS COMEMORA 50 ANOS


A marca de chinelos mais famosa do mundo comemora 50 anos. Falamos, claro está, da Havaianas, que após cinco décadas está mais jovem e com mais vontade do que nunca de continuar a inovar e a levar a todos os cantos do mundo o seu “Brazilian Spirit”.

Para celebrar o seu aniversário, a Havaianas vai lançar uma edição limitada de chinelos de praia alusiva ao mítico “flip over” que teve lugar na década de 90, quando os consumidores mais trendies da marca viraram os seus chinelos, dando lugar a Havaianas monocromáticas que se tornaram numa moda e numa referência para a marca.



A HISTÓRIA DAS HAVAIANAS

As Havaianas foram lançadas em 1962 pela São Paulo Alpargatas S.A, fábrica aberta em 1907 pelo escocês Robert Fraser em parceria com um grupo inglês. Eram meros chinelos de praia, 100% fabricados em borracha com sola branca e tiras coloridas, inspirados no modelo “Zori” japonês. A ideia do novo chinelo era tão simples que a sua fama espalhou-se como um rastilho de pólvora. Em menos de um ano, a São Paulo Alpargatas fabricava mais de mil pares de Havaianas por dia, o que levou ao aparecimento de diversas imitações, mas "legítimas, só as havaianas, que não deformam, não têm cheiro e não soltam as tiras". Este slogan foi criado pela agência JW Thompson e começou a ser veiculado numa campanha publicitária com o comediante Chico Anysio como protagonista.

Passaram-se anos e as Havaianas não apresentaram qualquer novidade em termos de modelo ou cor, o que resultou numa acentuada queda das vendas. A viragem ocorreu em 1994, com o lançamento do modelo monocromático, Havaianas Top, acompanhado por uma forte campanha de marketing que transformou um simples chinelo popular num artigo de moda. Editoriais de moda, jornais e revistas foram unânimes: as Havaianas Top estavam a provocar uma revolução na moda e no mercado do calçado. Transformaram-se num ícone, num objeto de desejo, numa peça obrigatória de qualquer guarda-roupa.

Com o objetivo de expandir o espírito brasileiro de Havaianas o máximo possível, em 2007 a Havaianas abriu uma delegação nos EUA e um ano mais tarde na Europa. Com a sua chegada à Europa, a Havaianas começou a conquistar os corações europeus com o seu “Brazilian Spirit”. Em 2010, lançou a “Soul Collection”, uma coleção de novos modelos de alpargatas, sapatilhas, ténis, sabrinas, com a mítica sola de borracha da Havaianas no seu interior, garantindo todas as vantagens de conforto, comodidade, suavidade, durabilidade, que a caraterizam. Um ano depois, a Havaianas aplicou a sua diversão, cor e o “Brazilian spirit” a uma coleção de galochas.

Hoje presentes em todo o mundo, desde pequenas lojas a grandes armazéns como as Galeries Lafayette, em Paris, as Havaianas continuam a ser um produto de culto, que calça "do mais pobre ao mais rico", como afirmou o escritor Jorge Amado.




PACO RABANNE EM MUDANÇA


Lydia Maurer é a nova diretora artística da linha de pronto-a-vestir da Paco Rabanne. A jovem designer alemã sucede, assim, a Manish Arora, que abandonou a direção da casa francesa em maio passado, pondo termo a um ano de colaboração.

Lydia Maurer, licenciada em Moda pelo Studio Berçot, em Paris, já trabalhou para grandes casas de Alta Costura como Yves Saint Laurent e Givenchy, e promete trazer à Paco Rabanne o mesmo espírito intemporal, sensual e singular construído pelo fundador da casa.

“A determinação de Maurer e a sua sensibilidade única para o universo artístico e experimental de Paco Rabanne vai permitir-nos renovar a nossa casa”, afirmou um representante da marca. “Estamos confiantes que a sua visão e o seu talento pessoal irão posicionar a Paco Rabanne entre as mais desejadas marcas de moda de vanguarda”.

A designer apresentará a sua primeira coleção para a primavera/verão 2013 no próximo mês de outubro, na Semana de Moda de Paris.

quinta-feira, 14 de junho de 2012

MAISON MARTIN MARGIELA DESENHA COLEÇÃO PARA H&M

A ‪H&M‬ acaba de anunciar mais uma colaboração de luxo para o outono de 2012. Depois de Karl Lagerfeld, Stella McCartney, Viktor & Rolf, Matthew Williamson, Sonia Rykiel, Comme des Garçons, Jimmy Choo, Marni, Lanvin e Versace, entre outros, chega a vez da MAISON MARTIN MARGIELA desenhar uma coleção exclusiva para a cadeia de moda sueca. As propostas da famosa casa de moda francesa, reconhecida pela sua estética concetual e vanguardista, estarão à venda a partir de 15 de novembro, em cerca de 200 lojas H&M de todo o mundo.

A MAISON MARTIN MARGIELA - fundada em 1988, em Paris, pelo designer belga Martin Margiela - seguiu sempre um caminho muito próprio, ultrapassando, na maioria das vezes, o contexto da moda convencional e questionando constantemente os seus padrões. Os seus ideais fundamentam-se na procura do concetual e da criatividade. Através de técnicas de desconstrução e transformação, desenvolve coleções que reinventam volumes, modificam formas, alteram o uso original e o movimento das peças de roupa e desafiam as noções clássicas do que é a moda.

A casa de moda francesa está contente por poder apresentar as suas peças juntamente com a ‪H&M‬, e oferecer uma nova interpretação da sua visão. “A democracia da nossa moda tem estado sempre no centro da nossa criatividade, e a colaboração com a ‪H&M‬ permite-nos levar este ímpeto ainda mais longe. Juntaremos os universos distintos das duas casas com resultados que irão surpreender a todos.”

Veja os vídeos abaixo para saber mais sobre esta arrojada colaboração.




KARL LAGERFELD APRESENTA NOVO PROJETO “THE LITTLE BLACK JACKET”


Nos últimos meses, Karl Lagerfeld dedicou-se a um projeto fotográfico para prestar homenagem ao icónico casaco em tweed preto da Chanel. O projeto está agora finalizado e as fotografias, além de comporem o livro “The Little Black Jacket: Chanel’s Classic Revisited”, estão em exibição até amanhã no Soho de Nova Iorque.

Com a ajuda de uma das figuras mais importantes do mundo da moda, Carine Roitfeld, o Kaiser fotografou 109 celebridades, entre elas: Carine Roitfeld. Anna Wintour, Daphne Guinness, Kirsten Dunst, Linda Evangelista, Claudia Schiffer, Sarah Jessica Parker, Natalia Vodianova, Mark Vanderloo, Kanye West ou Alexander Wang.

Veja algumas dessas fotografias abaixo e saiba mais sobre o projeto em http://thelittleblackjacket.chanel.com/