terça-feira, 30 de junho de 2009

COMBO EM TORRES NOVAS

O projecto Combo, da marca aforestdesign, está actualmente em exibição em treze lojas da Baixa de Lisboa e a partir de amanhã estará também em cinco casas comerciais tradicionais do centro histórico de Torres Novas, onde permanecerá durante todo o mês de Julho.

A Câmara Municipal de Torres Novas apoia o evento, procurando, deste modo, transformar a “capital dos frutos secos” em Cidade Criativa e promover uma dinâmica de intervenção e regeneração urbana.

O programa CHERE (Centro Histórico em Requalificação Estratégica) foi criado em 2008, com o objectivo de incentivar a recuperação urbana e a ocupação do centro histórico. A aforestdesign associou-se aos comerciantes apoiados por este programa, expondo e vendendo os objectos Combo nas seguintes lojas:

Mercearia Nelito
Manuel Rodrigues da Silva
Rua Nova de Dentro, 37

Drogaria
José Alexandre Inácio Sucessores, Lda.
Rua Miguel Arnide, 2 a 4

Florista Orquídeas e Ousadias
Avenida dos Bombeiros Voluntários, loja 1

Pastelaria Império
Largo do Paço, 21

Livraria Gil Paes
Rua Miguel Bombarda, 113

O REGRESSO DE VIONNET

Apesar do negro panorama económico que paira sobre o mundo da moda (e não só), ainda existem empresários audazes e apaixonados que escolhem este momento para ressuscitar uma casa extinta há mais de 70 anos. Matteo Marzotto, ex-presidente da Valentino, adquiriu no passado mês de Fevereiro a mítica casa de moda francesa, Madeleine Vionnet, e pretende voltar a trazê-la às luzes da ribalta.

Amanhã será colocada à venda a primeira mostra da nova era Vionnet. Trata-se da pré-colecção Primavera/Verão 2010, uma antevisão do que se poderá ver no desfile da marca em Paris, a ter lugar em Outubro. Segundo consta, será uma homenagem ao corte em viés, a imagem de marca de Madeleine Vionnet.

Esta não é a primeira tentativa de ressuscitar a Vionnet. Em 2006, a família De Lummen, então proprietária da marca, contratou a designer grega Sophia Kokosalaki como directora criativa, mas o negócio não prosperou. Agora, Matteo Marzotto aposta no designer Rodolfo Paglialunga, que integrou a equipa criativa da Prada durante 13 anos, para desenhar a linha de vestuário e acessórios da Vionnet.

O reaparecimento da empresa coincide com a apresentação de uma grande retrospectiva do trabalho de Madeleine Vionnet no Museu de Artes Decorativas de Paris. A mostra, intitulada “Madeleine Vionnet, Puriste de la Mode”, inclui 122 vestidos, 750 padrões e mais de 13 000 fotografias doadas pela própria criadora ao museu, e estará patente ao público até 31 de Janeiro de 2010.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

LACOSTE E ZAHA HADID LANÇAM COLECÇÃO DE SAPATOS

Zaha Hadid pode ser conhecida pela sua arquitectura futurista, mas a célebre arquitecta iraquiana estabelecida em Londres está também a construir uma forte reputação no mundo da moda. Depois de projectar um pavilhão de arte itinerante para a casa Chanel e de desenhar um par de sapatos para a marca brasileira Melissa, Zaha Hadid volta a aplicar a sua noção de estrutura ao design de calçado, desta vez em colaboração com a Lacoste.

No próximo mês de Setembro, a famosa marca do crocodilo vai lançar uma colecção de sapatos desenhada em parceria com a arquitecta. O projecto foi apresentado em Outubro de 2008, na “Frieze Art Fair”, em Londres, e os protótipos expostos naquela altura, tornaram-se agora na versão final pronta para produção. Zaha Hadid desenhou os sapatos com base no icónico logótipo do crocodilo, digitalizando-o e explorando-o numa série de superfícies com padrões repetidos. “A expressividade do design que está por trás desta colaboração permite uma evolução dinâmica e fluida de uma malha metálica”, explica Hadid. “Quando envolvida na forma do pé, esta malha expande e contrai adaptando-se ao corpo ergonomicamente e constrói um efeito de paisagem que se vai modificando à medida do movimento do pé”.

Para conseguir atingir este efeito, a equipa de Zaha Hadid desenhou uma série de placas metálicas que ao serem aquecidas permitiram modelar a pele do sapato e criar o efeito desejado. Um padrão similar foi reproduzido na sola do sapato, assumindo um desenho que reflecte os pontos onde normalmente o pé faz pressão.

A colecção “Zaha Hadid for Lacoste” divide-se em duas linhas, com um design futurista - as botas Limited-Edition e os sapatos Diffusion-Line - que estarão disponíveis nas cores preto e violeta, para os modelos de senhora, e azul-escuro e preto, para os modelos de homem. Todos exibem o logótipo exclusivo “Zaha Hadid for Lacoste” gravado na lateral, junto ao calcanhar, e no interior do calçado, e vêm numa sofisticada embalagem preta brilhante, que apresenta o mesmo logótipo em alto-relevo.

As botas Limited-Edition têm uma edição limitada de apenas 850 pares e estarão à venda exclusivamente nas lojas Colette, em Paris, Dover Street Market, em Londres, e 10 Corso Como, em Milão, já partir de Julho. Os restantes modelos chegam às lojas Lacoste de todo o mundo em Setembro.







HILFIGER DENIM LANÇA COLECÇÃO DE T-SHIRTS EM COLABORAÇÃO COM SAIMAN CHOW

Tommy Hilfiger vai lançar uma colecção de seis t-shirts de edição limitada Hilfiger Denim, em colaboração com o artista Saiman Chow. Seis obras originais para homem e senhora trazem uma visão inovadora e dinâmica à linha de denim da Tommy Hilfiger, oferecendo algumas das combinações mais curiosas e ecléticas da marca, assim como uma perspectiva japonesa sobre a cultura americana. As 6 t-shirts estarão disponíveis nas lojas Tommy Hilfiger – Almada Fórum; Cascais Shopping; e Rua Pedro Homem de Melo, no Porto - já a partir de Julho, nas cores Tommy Black, Classic White, Bright Rose e Aurora Red.

Saiman Chow é um artista multidisciplinar extremamente versátil e colorido, cujo trabalho abrange a ilustração, o design e a animação. Natural de Hong Kong, mudou-se para os Estados Unidos aos 15 anos e reside actualmente em Nova Iorque. Influenciado pela banda desenhada, cartoons, e pela cultura pop japonesa, Saiman brinca com uma enorme variedade de meios, incluindo aguarelas, acrílicos e arte digital, criando uma estética única. Ao combinar influências ocidentais e orientais, produz montagens de cores vivas que levam o observador através de várias camadas gráficas, oferecendo uma agradável experiência visual.

FOTOGRAFIAS:
T-shirt de senhora (à esquerda) - 49,90 €
T-shirt de homem (à direita) - 49,90 €

quarta-feira, 24 de junho de 2009

SOPHIA KOKOSALAKI DEFINE O LUXO DA DIESEL BLACK GOLD

A marca italiana Diesel volta a surpreender, ao eleger a designer grega Sophia Kokosalaki para desenvolver a sua linha feminina de luxo, Diesel Black Gold.

A Diesel Black Gold fez a sua aparição nas passerelles de Nova Iorque em 2008. O projecto, superior em qualidade de materiais e construção, pretendia equiparar-se à marca mãe dentro do grupo Only the Brave, que já detém algumas importantes casas de moda como Viktor&Rolf, Maison Martin Margiela ou Dsquared2.

Agora chegou o momento da Diesel Black Gold se destacar da Diesel e brilhar por si só e para tal a marca italiana conta com o talento de Sophia Kokosalaki, que irá desempenhar o papel principal no desenvolvimento da colecção feminina desta linha de luxo, começando na estação Outono / Inverno 2010. Para marcar esta importante mudança, a Diesel Black Gold não apresentará a próxima colecção na Semana de Moda de Nova Iorque, a realizar em Setembro.

Para quem não conhece Sophia Kokosalaki, cabe recordar que a designer grega, formada em moda pela prestigiada escola londrina Central Saint Martins, lançou a sua primeira colecção de senhora em 1989, recebendo de imediato críticas bastante favoráveis sobre o seu “modernismo helénico”. Galardoada com vários prémios (Best New Designer 2001, Art Foundation Award for Fashion 2002, Best New Generation Designer 2003, entre outros), tornou-se conhecida do grande público em 2004, ao desenhar o guarda-roupa da selecção grega para a cerimónia dos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004. Em 2006, foi nomeada directora criativa da casa Vionnet, cargo que abandonou um ano mais tarde para se dedicar à sua própria marca. Em Janeiro de 2007, Renzo Rosso, presidente da Diesel e do grupo Only the Brave, adquiriu uma parcela maioritária da casa de moda de Kokosalaki. Agora, com a parceria com a Diesel Black Gold, a designer irá reconquistar a completa propriedade da sua empresa, que continuará a desenvolver de uma forma independente.

Renzo Rosso afirma estar bastante contente com este novo passo no desenvolvimento da Diesel Black Gold e por trabalhar com Sophia Kokosalaki. “O seu talento é incrível: o seu gosto por moda de alta qualidade já é bastante conhecido mas aquilo que as pessoas não necessariamente esperam dela é a sua habilidade ao trabalhar denim e o estilo casual contemporâneo, a essência da linha Diesel Black Gold.”

www.diesel.com

ESCULTURA SURREALISTA EM EXIBIÇÃO NO MOMA

O Museum of Modern Art (MoMa), em Nova Iorque, apresenta a partir de hoje a exposição “The Erotic Object: Surrealist Sculpture from the Collection”, que inclui trabalhos de 11 conhecidos artistas surrealistas, como Salvador Dalí, Joan Miró, Meret Oppenheim e Man Ray.

Até 4 de Janeiro de 2010 estarão em exibição alguns dos mais célebres objectos surrealistas, incluindo a “Retrospective Bust of a Woman” (1933) de Salvador Dali e a conhecida chávena de chá forrada a pêlo (1936) de Meret Oppenheim.

Apesar de apresentar essencialmente trabalhos feitos em Paris, “The Erotic Object” inclui também esculturas das décadas de 1940 e 1950 de artistas estabelecidos em Nova Iorque que redefiniram a prática do Surrealismo, tais como Louise Bourgeois e Joseph Cornell. A complementar: uma selecção de publicações da biblioteca do museu que documentam o fascínio do Surrealismo pelo objecto.

terça-feira, 23 de junho de 2009

OS ÚLTIMOS DIAS DE ELUXURY

A pioneira do luxo em internet encerra no próximo dia 26 de Junho. Depois de nove anos a marcar o rumo do comércio electrónico, a eLuxury.com cessará a sua actual actividade de loja, para renascer no Outono como uma página de conteúdo editorial. Em declarações à imprensa, os responsáveis da e-shop afirmaram que o seu trabalho deixou de fazer sentido, num momento em que todas as marcas dispõem de lojas próprias na internet.

A concorrência no sector das marcas de luxo, que vêem na gestão dos seus próprios negócios uma possibilidade de controlar melhor os preços e aumentar os lucros, e a desenfreada queda no sector do luxo, parecem campos difíceis de combater.

A eLuxury encerra na próxima sexta-feira e nestes últimos dias todas as marcas do site - Dior, Versace, Louis Vuitton, Marc Jacobs, Fendi, entre outras - estão com descontos de 50%. Uma excelente oportunidade!

sexta-feira, 19 de junho de 2009

JIMMY CHOO COLABORA COM H&M

Numa altura em que as cores e os estampados intensos da colecção de Matthew Williamson para a H&M ainda estão bem presentes na nossa memória, a cadeia de moda sueca anuncia a sua colaboração para o próximo Outono. Em Novembro, a prestigiada marca britânica de acessórios de luxo, Jimmy Choo, levará o seu glamour e os seus tão desejados sapatos e malas a cerca de 200 lojas H&M em todo o mundo.

Jimmy Choo será a primeira marca de acessórios a colaborar com a H&M, juntando-se, assim, à lista de grandes designers que já desenvolveram colecções exclusivas para a empresa, como Stella McCartney, Karl Lagerfeld, Roberto Cavalli, Viktor & Rolf, Comme des Garçons e Matthew Williamson. Para comemorar esta parceria, Jimmy Choo ampliará a sua visão de design, com a apresentação, pela primeira vez, de uma linha de roupa de senhora para complementar a mini colecção de sapatos e acessórios, assim como de uma colecção de calçado, malas e acessórios para homem.

“É uma honra estar entre os grandes nomes da moda que até à data colaboraram com a H&M e desenharmos uma colecção para mulheres urbanas e interessadas na moda, e incluir também algumas peças para Homem. Jimmy Choo irá trazer à H&M uma colecção sofisticada, na vanguarda da moda, acessível e glamourosa – as peças de festa perfeitas para comprar e usar logo em seguida”, comenta Tamara Mellon, presidente e fundadora da marca.

“Adoramos os sapatos e malas de Jimmy Choo. São peças sexys e glamourosas e dão um toque de estilo instantâneo a qualquer conjunto por muito simples que seja. Gosto da forma como trabalhámos as peças de roupa, para que estas complementassem os sapatos e as malas em lugar de procedermos ao contrário. Esta colaboração é especialmente entusiasmante porque é a nossa primeira colecção de sapatos de marca. Estamos contentes por podermos oferecer aos nossos clientes malas e sapatos de excelente qualidade, criados por um designer de topo”, afirma Margareta van den Bosch, assessora criativa da H&M.

A partir do dia 14 de Novembro, o glamour e sofisticação de Jimmy Choo em versão low cost chegarão a 200 lojas seleccionadas da H&M em todo o mundo.

CHRISTOPHER BAILEY CONDECORADO PELA RAINHA ISABEL II

Christopher Bailey soube revolucionar a Burberry mantendo a sua identidade, e acaba de ver o seu talento reconhecido. O director criativo da lendária casa de moda britânica soma mais um importante marco à sua curta mas expressiva carreira, ao ser nomeado membro da Ordem do Império Britânico, em homenagem aos serviços que prestou ao mundo da moda.

Este prestigiado título, concedido pela rainha Isabel II, vem reconhecer o valioso papel de Christopher Bailey como responsável da imagem global da Burberry: publicidade, direcção artística, design das lojas e criação das colecções de pronto-a-vestir e acessórios da empresa.

O designer britânico de 38 anos reforça, assim, a história de amor que vive com a Burberry desde que integrou a sua equipa, em Maio de 2001. Anteriormente Bailey trabalhou em outras duas grandes casas de moda: Gucci e Donna Karan.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

HAVAIANAS PRESTA TRIBUTO À CULTURA BRASILEIRA

A campanha de comunicação deste ano da Havaianas, intitulada «Brazilian Cuts», presta tributo à cultura brasileira, exibindo os seus diferentes aspectos aos mais de 60 países onde a marca está presente.

A campanha é composta por três anúncios, todos eles resultantes de combinações de imagens de havaianas com elementos universalmente brasileiros e outros menos conhecidos. O primeiro anúncio, que tem como tema central o futebol, mostra o estádio do Maracanã no Rio de Janeiro, os festejos em forma de dança dos jogadores, os calçadões das praias do Rio de Janeiro e a exuberância natural desta cidade, formando uma forte composição de imagens que reflecte a paixão do Brasil pelo futebol e pelo estilo de vida carioca.

No segundo anúncio, o elemento central é a cantora e actriz luso-brasileira Carmen Miranda, um dos ícones mais conhecidos do Brasil, cujo comportamento extravagante cedo conquistou o mundo. Famosa por usar grandes turbantes com frutas e objectos exóticos, é considerada a precursora do Tropicalismo, um movimento cultural brasileiro que surgiu no final da década de 1960.

A terceira imagem da campanha faz referência à literatura popular brasileira, mostrando os chamados “cordéis”: brochuras impressas em papel rústico com ilustrações xilográficas, cujos temas retratam quase sempre a austeridade da vida no Nordeste do Brasil. (começaram por ser expostos para venda pendurados em cordas, daí o nome “cordel”).

O centro da página foi o ponto de partida para as representações gráficas, que transmitem, assim, a impressão de que vão sair da página. A sua produção resultou de um trabalho de artífice, rico em detalhes. Sem recorrer ao uso de computação gráfica, todas as imagens - a do jogador de futebol, a da baiana, a de Carmen Miranda e a do calçadão de Copacabana - foram produzidas, recortadas e juntas manualmente para poderem ser fotografadas.

A campanha retrata também a forte religiosidade e fé do povo brasileiro, através da famosa fita do Senhor do Bonfim, que é considerada um amuleto, sendo usada por pessoas de todas as idades, religiões e classes sociais, tal como as Havaianas.

A campanha tem também um website, www.braziliancuts.com, onde estão disponíveis pormenores, curiosidades e imagens reveladoras desta cultura tão rica.

COMME DES GARÇONS LANÇA LINHA ANTI RECESSÃO

Rei Kawakubo parece ter gostado da aproximação ao grande público depois da sua colaboração com a cadeia de moda sueca H&M. No ano em que a sua marca Comme des Garçons comemora o quadragésimo aniversário, Rei Kawakubo e a sua equipa criativa lançam uma nova colecção de difusão.

A nova colecção, “Black”, tem preços bastante inferiores aos das outras linhas da designer japonesa, incluindo a mais acessível “Play”, e pretende funcionar como uma marca de Fast Fashion, com novas peças a chegar às lojas a cada seis semanas. É uma forma de combater a crise, com moda de guerrilha.

“Rei Kawakubo quer que Black persista durante o período de recessão. Trata-se de converter a morosidade em positivismo. Não podemos simplesmente sentar-nos e chorar”, afirmou Adria Joffre, directora executiva da Comme des Garçons Internacional, em declarações ao WWD. Actualmente a linha “Black” já tem 11 pontos de venda, além de corners na Colette (Paris) e Barneys (Nova Iorque).

Comme des Garçons assume a sua crise dos 40 com a mente aberta. A marca que revolucionou a moda com o seu conceito de guerrilha, volta a destacar-se num dos momentos mais negros da história do luxo. Mas para Rei Kawakubo o negro é tudo menos negativo.

terça-feira, 16 de junho de 2009

TELHADOS VERDES

Ecologia, economia e estética. Os Telhados Verdes, ou “Green Roofs” como são mundialmente conhecidos, são uma forte tendência em arquitectura e, sem dúvida, um novo modo de viver e de avivar a cobertura dos edifícios das grandes cidades, onde os espaços verdes são cada vez mais exíguos ou inexistentes. Plantar diferentes tipos de vegetação nos telhados dos edifícios ajuda o ecossistema, reduz a poluição nos grandes centros urbanos, e traz mais harmonia e bem-estar aos moradores.

Os Telhados Verdes são uma tendência cada vez mais visível em grandes metrópoles como Nova Iorque, Vancôver, Tóquio, Singapura e Toronto. Nesta última cidade canadense foi criado um plano de incentivo aos Telhados Verdes, que inclui a sua instalação tanto em prédios já existentes como nos que serão construídos, com o intuito de alcançar 50% a 75% de abrangência.

Além de melhorar consideravelmente a vista panorâmica das grandes cidades, os Telhados Verdes apresentam inúmeras vantagens para o meio ambiente, e especialmente para a qualidade de vida humana.

Os Telhados Verdes melhoram as condições térmicas e acústicas do edifício, tanto no Inverno como no Verão. Estudos de bioclimatismo indicam que, com o uso de coberturas vivas, é possível melhorar em 30% as condições de temperatura no interior do edifício, sem recorrer a sistemas de climatização ou ar condicionado artificiais.

Estes telhados também ajudam a manter a humidade relativa do ar constante e formam um microclima em torno da edificação. Um estudo realizado pela Universidade de Ryerson, em Toronto, concluiu que a cobertura vegetal de 8% dos telhados da cidade geraria uma economia de mais de 300 milhões de dólares em custos como manutenção pluvial, transbordo de esgotos, contenção de energia e redução das ilhas de calor.

Trata-se, sem dúvida, de uma forma criativa e ecológica de desfrutar dos telhados dos edifícios e de aumentar os espaços verdes dos grandes centros urbanos.


FOTOS: Singapura (à esquerda); Tóquio (à direita)

JIMMY CHOO E ELTON JOHN

Jimmy Choo criou uma colecção de acessórios de edição limitada para apoiar o projecto PEP da Fundação Elton John's AIDS. A colecção inclui malas, sapatos e pequenos artigos em pele decorados com estampagens de pele de serpente, detalhes da bandeira britânica e até mesmo uma fotografia de Tamara Mellon, fundadora e presidente da Jimmy Choo.

“É uma completa colagem do ADN da Jimmy Choo”, afirmou Tamara Mellon. A colecção será lançada em Novembro, com preços a variar entre 95 e 995 dolares. Vinte cinco por cento das receitas reverterão para o Simelela Rape Center, na África do Sul. A campanha será dirigida por Terry Richardson e terá como protagonista Angela Lindvall.

segunda-feira, 15 de junho de 2009

PROJECTO “COMBO” EM LISBOA

Ao longo dos últimos meses temos seguido atentamente o percurso de “Combo”, o inovador projecto da autoria da marca aforestdesign, que resulta da fusão do discurso do design de vestuário contemporâneo com o comércio tradicional português.

Dinamizar e valorizar o nosso comércio tradicional, através da combinação de peças de design contemporâneo inspiradas no mesmo é o principal objectivo de “Combo”. Neste sentido, a aforestdesign desenvolveu um conjunto de objectos de design relacionados com os artigos à venda em lojas tradicionais - drogaria, mercearia, florista, pastelaria e livraria - criando uma inesperada combinação com o design de vestuário: uma jarra / punho, uma mala com dez bolsos, um capuz / cesta, uma caixa / embalagem para bolos, um cachecol / bolso de livro. A produção destes objectos é feita no estabelecimento prisional de Tires, uma colaboração que surgiu “da necessidade de produção sustentável para uma pequena marca” e que se insere nos princípios da aforestdesign. “A tentativa de colaborar numa acção que envolve integração social tem muito a ver com a postura do Combo e da aforestdesign”, explica Sara Lamúrias, designer da marca.

“Combo” iniciou a sua digressão pelo país em Outubro de 2008, em Cascais. Desde então, passou pelas cidades de Évora, Porto, Vila Real, Braga e Aveiro, onde foi recebido com entusiasmo. “As pessoas gostam dos objectos e ficam surpreendidas com o formato expositivo. Além disso valorizam muito a faceta nostálgica e dinamizante do comércio tradicional”, conta Sara Lamúrias.

Agora com mais objectos, tão inovadores como os primeiros, “Combo” instala-se em Lisboa. Treze lojas da Baixa Pombalina são, a partir de hoje e até 15 de Julho, palco de um projecto singular, que resulta de uma parceria entre o MUDE e a EGEAC e integra as Festas de Lisboa 2009. Durante este período, as 13 lojas - Conserveira de Lisboa; Retrosaria JRSilva; Barbearia Torres; Farmácia Simões Pires; Mercearia Nova Açoreana; Florista JAD Sementes; Ouriversaria Sarmento; Livraria Rodrigues; Leitaria Camponeza; Drogaria S.Pereira Leão; Tecidos Casa Frazão; Chá / cafés Macário; Chapelaria Azevedo - exibem uma colecção de 13 objectos “Combo” criados com base na tipologia de cada uma delas, e transformam-se em pequenos teatros. Aqui, actores, bailarinos e cantores contam as histórias secretas de uma livraria, de uma retrosaria, de uma barbearia, de uma drogaria, de uma loja de sementes, de uma leitaria, de uma ourivesaria ou de uma chapelaria.

13 lojas tradicionais; 13 objectos inovadores; 13 teatros das compras.

CONSERVEIRA DE LISBOA – Rua dos Bacalhoeiros, 34
RETROSARIA JRSILVA – Rua da Conceição, 95
BARBEARIA TORRES – Rua do Ouro, 83
FARMÁCIA SIMÕES PIRES – Rua da Prata, 115
MERCEARIA NOVA AÇOREANA – Rua da Prata, 116-118
FLORISTA JAD SEMENTES – Rua de São Nicolau, 24
OURIVERSARIA SARMENTO – Rua do Ouro, 25
LIVRARIA RODRIGUES – Rua do Ouro, 188
LEITARIA CAMPONEZA – Rua dos Sapateiros, 155-157
DROGARIA S.PEREIRA LEÃO – Rua da Prata, 223
TECIDOS CASA FRAZÃO – Rua Augusta, 259-265
CHÁ / CAFÉS MACÁRIO – Rua Augusta, 272
CHAPELARIA AZEVEDO – Pç. D.Pedro IV, 73

http://combo.aforest-design.com/

terça-feira, 9 de junho de 2009

BALTAZAR | MAP – A NOVA LINHA DE CASA DE NUNO BALTAZAR

O designer de moda Nuno Baltazar acaba de lançar uma linha de casa em parceria com o arquitecto Vítor Almeida. Chama-se baltazar map (maison-à-porter), é uma extensão do universo de Nuno Baltazar e reflecte o mesmo espírito sofisticado, romântico e couture das suas colecções de moda.

As primeiras 28 peças da baltazar map recuperam ambientes, elementos gráficos, paleta de cores e detalhes das mais emblemáticas colecções do designer. Madeiras naturais, acabamentos laca alto brilho, aço polido, espelho, veludo, cetim duchesse e pele são os elementos protagonistas destas primeiras propostas, que estão em exibição na CasaDecor Porto 09, até ao próximo dia 21 de Junho, num espaço com o mesmo nome assinado pelo arquitecto Vítor Almeida.

De edição limitada e numerada, a baltazarmap terá anualmente uma nova edição complementada por lançamentos pontuais de novas peças e será comercializada no mercado interno pela eu.sei.que.vou.te.amar∑

Se reside no Porto ou planeia viajar até à Invicta nos próximos dias, não deixe de visitar a CasaDecor, para ficar a conhecer este projecto.

CasaDecor - Até 21 Junho
Avª dos Aliados . 211 - Porto
De Domingo a quinta 12h00 > 20h00
Sextas e Sábados 12h00 > 23h00


Contactos Baltazar map

Comercial
eu.sei.que.vou.te.amar∑
Rua da Venezuela, 53 - Porto
Tel: 22 543 23 89
Fax: 22 543 23 90
E-mail: vitorsalmeida@sapo.pt

Imprensa
Nuno Baltazar Atelier
Avª da Boavista, 856 - Porto
Tel: 22 606 50 81
Fax: 22 605 49 83
E-mail: baltazar@nunobaltazar.com



Fotografias: Ricardo Moutinho

Candeeiro William (em cima)
Caixa Marrakeck; Aparador Poet
Contador Wolf; Consola Desert

LOUIS VUITTON CELEBRA A MAIOR DAS VIAGENS

De Sean Connery numa praia nas Caraíbas a Francis Ford Coppola e sua filha Sofia numa paisagem campestre, as últimas publicidades da Louis Vuitton, realizadas por Annie Leibovitz, centraram-se todas no tema da viagem.

Mas a maior das viagens celebra-se agora. A casa de moda francesa volta a surpreender com a sua nova campanha, protagonizada por três célebres astronautas de carreiras míticas: Buzz Aldrin, o segundo homem depois de Neil Armstrong a pisar a lua; Jim Lovell, comandante da missão Apollo 13; e Sally Ride, a primeira mulher americana que se aventurou no espaço. Tendo como cenário o deserto da Califórnia, os três astronautas fazem pose, olhando com fascínio para uma brilhante lua-cheia.

No próximo dia 2 de Julho será lançado um website dedicado à campanha - http://www.louisvuittonjourneys.com/ – onde estarão disponíveis entrevistas com os três astronautas que falam sobre as suas experiências no espaço.

segunda-feira, 8 de junho de 2009

CREATEUROPE: THE FASHION DESIGN AWARD

A indústria criativa experimenta actualmente um crescimento notável. Instituições culturais e escolas de design europeias estão a usar esta energia para dar início a uma nova competição internacional, que visa estimular novas ideias: o createurope: THE FASHION DESIGN AWARD.

O concurso está aberto a jovens designers de moda com idades compreendidas entre os 18 e os 32 anos, que vivam na Europa, Norte de África ou Médio Oriente e que ainda não tenham colecções no mercado. Não existem temas nem estações pré-definidas e os candidatos podem apresentar a concurso as suas colecções de final de curso. O prazo de candidatura termina no próximo dia 15 de Junho.

O createurope: The Fashion Design Award representa uma óptima oportunidade para o futuro profissional dos jovens designers de moda europeus, incluindo os portugueses. A participação dos mesmos irá também contribuir para a visibilidade e reconhecimento internacional da Moda Portuguesa.

Os jovens criativos premiados serão determinados em duas fases distintas. Na primeira fase, os candidatos dos países participantes serão seleccionados para se apresentarem na segunda fase a um comité de selecção internacional. O evento final terá lugar no final de Outubro, em Berlim.

Festas, performances, conferências e outros acontecimentos acompanharão o projecto.

Para informações detalhadas e condições de participação, consulte: http://www.createurope.com/.

GUCCI NO ORIENTE

Para comemorar a abertura da nova loja Gucci no Xangai, a directora criativa da casa italiana, Frida Giannini, desenhou a nova "Shanghai Dragon bag”.

Trata-se de uma nova versão em edição limitada do famoso modelo baú GG, feita em tecido branco estampado com o desenho de dois dragões em vermelho brilhante, numa homenagem às antigas tradições e ao simbolismo Chinês.

Com uma edição limitada de 200 unidades, a Shanghai Dragon bag está à venda exclusivamente na loja Gucci do Golden Eagle Center, no Xangai.

A marca usou a mesma estratégia de marketing para a inauguração das lojas de Nova Iorque, Londres e Roma, lançando as colecções Gucci NY; Sloaney e Gucci 50´s postcard respectivamente.

sexta-feira, 5 de junho de 2009

MIGUEL VIEIRA NA SEMANA DE MODA DA POLÓNIA

Miguel Vieira viajou na passada semana para a Cidade de Lodz, para integrar o calendário de desfiles da primeira Semana de Moda da Polónia, FashionPhilosophy Fashion Week Poland, na sequência do contacto estabelecido entre esta organização e a ModaLisboa. O seu desfile realizou-se no sábado, dia 30 de Maio, e foi acolhido com grande entusiasmo.

Miguel Vieira apresentou a sua colecção Outono/Inverno 09/10, "Sol Nascente, Sol Poente", ao lado das propostas dos principais designers de moda polacos, e de outros seis importantes guest designers internacionais, nomeadamente Agatha Ruiz de la Prada, Erica Zaionts, Gaspard Yurkievich, Georges Chakra, Gregor Clements e Two Gun Towers.

O criador português misturou peças clássicas com propostas de linhas clean e construção contemporânea, dando especial atenção aos detalhes, como os pormenores orientais, os plissados, os detalhes geométricos e as pinças estratégicas. Para mulher, as silhuetas alternaram entre o largo e o justo. Para homem, predominaram as silhuetas justas e estruturadas. Materiais nobres como caxemira, seda, cetim, astracã e pura lã virgem misturaram-se com tecidos mais técnicos em degradés de cinzas, preto e branco.

Miguel Vieira considera que este evento tem todas as potencialidades para se tornar uma importante Fashion Week. “É a primeira Semana de Moda que fazem e como tal têm muita coisa para aperfeiçoar. Mas senti que existem muito bons profissionais em várias áreas, nomeadamente: fotógrafos, manequins femininas, cabeleireiros e maquilhadores que vivem na Polónia mas que trabalham nas grandes Semanas de Moda internacionais. Paralelamente aos desfiles, os fotógrafos realizaram vários editoriais com as peças e os resultados foram fantásticos”.

Miguel Vieira ficou bastante satisfeito com o convite da Fashion Week Poland e considera a hipótese de uma segunda participação, caso surja a oportunidade. “Gostei imenso, fui muito bem recebido na Polónia. As pessoas gostaram bastante da minha colecção e isso reflecte-se nos artigos publicados pela imprensa internacional”.

FOTOGRAFIAS: Marcin Kempski

quinta-feira, 4 de junho de 2009

LEE LANÇA 2ª EDIÇÃO “MAKE HISTORY”

A história não se resume a eventos e pessoas importantes. A história é registada com músicas, pinturas e livros e vivida em fotografias instantâneas. Fazer história. Este é o desafio que a marca Lee lança com a 2ª edição de “Make History”, um concurso que visa estabelecer um diálogo com a sociedade através da publicação de histórias verídicas, narradas pelas palavras e fotografias dos seus intervenientes.

“Make History” é uma iniciativa única, pela profundidade e intensidade do seu conteúdo. A primeira edição, lançada em 2007, durou dois anos e superou todas as expectativas. Foram publicadas centenas de histórias reais, que retrataram temas e culturas distintas, diferentes personagens, ambientes e estados de espírito. Foram submetidas mais de 16.000 fotografias, provenientes de 90 países diferentes. No site http://www.makehistory.eu/ foram publicadas cerca de 2.000 fotos e as melhores histórias integraram a campanha da marca nas principais revistas mundiais.

Face ao enorme sucesso destas histórias, a Lee decidiu lançar uma nova edição de “Make History” e transformar o projecto num concurso anual, que pretende ser uma nova montra de histórias reais contadas na primeira pessoa, através de textos e imagens de uma comunidade mundial emergente. O prémio para a foto vencedora será de 25.000 euros e será entregue em Maio de 2010.

Qualquer pessoa pode submeter as suas fotos em www.makehistory.eu e partilhar com os outros um pouco da sua realidade e da sua forma de olhar o mundo. Com uma nova imagem e uma maior interactividade, o site pretende facilitar ainda mais o contacto entre a comunidade de seguidores.

Muitas histórias estão ainda por relatar. Chegou o momento de contar a sua. Faça história em http://www.makehistory.eu/!

VIONNET NO MUSÉE DES ARTS DÉCORATIFS

Para homenagear a grande criadora de moda da década de 1920, Madeleine Vionnet, o Musée des Arts Décoratifs, em Paris, apresenta, a partir do próximo dia 24 de Junho, “Madeleine Vionnet, Puriste de La Mode”. Trata-se da primeira retrospectiva realizada em Paris sobre a carreira da talentosa criadora. Em exibição estarão mais de uma centena de vestidos criados entre 1912 e 1939, assim como 750 desenhos de padrões e 75 álbuns fotográficos doados pela própria Vionnet ao museu parisiense em 1952.

Madeleine Vionnet revolucionou a moda da década de 1920 com o seu estilo feminino e etéreo. A lendária criadora celebrizou-se pela introdução do corte em viés e pela criação de elegantes vestidos drapeados inspirados no vestuário grego, que envolvia o corpo numa única peça de tecido. Vionnet deu uma nova fluidez ao vestuário feminino e alterou o curso da moda com as suas inovadoras e sensuais criações, hoje veneradas como obras de arte. Combinando glamour com sensualidade, vestiu várias celebridades dos anos 30, incluindo Marlene Dietrich e Greta Garbo. O crepe, a seda e o cetim eram os seus materiais de eleição, que manejava com grande mestria, a ponto de ser considerada a criadora que mais contribuições técnicas deu à Alta Costura. Vionnet atingiu o auge profissional em finais dos anos 20. Retirou-se em 1939, deixando um legado memorável, que influenciou várias gerações de designers. As suas memoráveis criações continuam a fascinar criadores como Azzedine Alaia, Issey Miyake, Yohji Yamamoto e John Galliano.

“Madeleine Vionnet, Puriste de La Mode” estará em exibição até 31 de Janeiro de 2010.

MUSÉE DES ARTS DÉCORATIFS
107, Rue de Rivoli
75001 Paris

terça-feira, 2 de junho de 2009

SPAZIO DUAL

Se aprecia comida italiana e ainda não conhece o Spazio Dual City Caffè, não deixe de passar pelo nº 41 da Avenida da República, em Lisboa. Aí encontra um espaço elegante e sofisticado, onde a venda automóvel, a criatividade e a cozinha gourmet se encontram e convivem harmoniosamente.

O Spazio Dual City Caffè integra o Spazio Dual, um espaço da Fiat Group Automobiles Portugal SA detentor de um conceito inovador em Portugal, pela mistura de actividades que à partida parecem dispares. Mais do que um concessionário de automóveis, o Spazio Dual é um espaço social, que pretende ser um ponto de encontro de referência, que alia design, estilo e elegância italiana num ambiente único. Além de um showroom de automóveis com os últimos modelos da Lancia e da Alfa Romeo, inclui o Spazio Dual City Caffè na zona lounge e o open studio do colectivo de artistas “Art in Park” nos pisos -1 e -2.

O Spazio Dual City Caffè, dirigido pelo Chef Michael Guerrieri, é dedicado às riquezas da cozinha italiana. Proprietário de restaurantes distintos, Mezzaluna e La Brus’k’etta, Guerrieri prepara combinações gastronómicas que reflectem o seu talento. O seu mais recente desafio é a criação de sanduíches gourmet personalizadas e a um preço acessível, para quem não tem tempo para comer de garfo e faca. O objectivo principal é usar ingredientes clássicos e tradicionais portugueses sem sacrificar os seus sabores originais. Gastronomia nacional com um twist italiano e de criatividade. É este o conceito da City Sandwich, à venda no City Caffé.

Nos pisos -1 e -2 do Spazio Dual, os visitantes podem ainda visitar o open studio do colectivo “Art in Park”, uma iniciativa pioneira em Portugal do grupo Fiat, que visa incentivar a troca de conhecimentos e experiências entre empresas privadas e artistas, pouco explorada em Portugal. O colectivo de artistas aí presente tem como comissários a fundadora da associação Art-in-Park, Daniela Ribeiro, e o designer de moda Ricardo Preto e é composto por: Ana Fonseca (Pintura); Inês Norton de Matos (Pintura); Paula Guerreiro (Joalharia); Pedro Batista (Pintura); Ricardo Quaresma Vieira (Fotografia); Rogério Narciso (Joalharia); Valentim Quaresma (Joalharia); Ricardo Preto (Moda); Salomé (Pintura) e Daniela Ribeiro (Artes Plásticas).

Um espaço a visitar!

KARL LAGERFELD E A PAIXÃO PELO BALLET

Karl Lagerfeld, director criativo da casa Chanel e grande aficionado do ballet, desenhou um vestido exclusivo para a primeira bailarina do Ballet Nacional Inglês, Elena Glurdjidze, usar durante a representação de "A Morte do Cisne", que comemorará o centenário da primeira performance da companhia de Serge Diaghilev, "Ballets Russes", no Teatro de Châtelet (Paris). Esta grande companhia influenciou todas as formas do ballet contemporâneo, e os seus vinte anos de existência (de 1909 a 1929) entraram para a história da dança com o nome de Época de Diaghilev. O espectáculo comemorativo está agendado para o próximo dia 16 de Junho no teatro londrino Sadler's Wells, e será repetido a 30 de Junho na Catedral de St. Paul.

Lagerfeld comentou: “Desde a minha infância que me impressionam as antigas imagens de Anna Pavlola a dançar “A Morte do Cisne”. E acrescentou: “A Ballets Russes influenciou-me muito”. Por seu lado, a bailarina declarou que “a aparência equivale a 50% da representação, por isso é muito importante levar um vestido bonito”.

O vestido desenhado pelo “Kaiser da Moda” foi criado nos ateliers de Lemaire - um dos sete ateliers de artesãos que foi adquirido pela Chanel, juntamente com Desrues, Massaro, Michel, Lesage, Goossens e Guillet – e a sua confecção, à base de tule e 2500 plumas, demorou 100 horas.

Karl Lagerfeld segue, assim, os passos de Coco Chanel, que desenhou o guarda-roupa para “Le Train Bleu” em 1924 e “Apollon Musagete” em 1929, em Paris. A criadora também apoiou o fundador da Ballets Russes, Serge Diaghilev, para voltar a pôr em cena “A Morte do Cisne” após a 1ª Guerra Mundial, em 1919.