domingo, 10 de março de 2013

NUNO GAMA


COLEÇÃO OUTONO / INVERNO 2013/14

DOWNLOAD PRESS RELEASE >



EM CONVERSA COM NUNO GAMA

Daily ModaLisboa - O mundo mudou e todos fazemos parte deste movimento de mudança. Como se adapta a Moda a esta transformação?
Nuno Gama - Mudo todos os dias também. Temos que estar mais atentos e compreender os desejos e necessidades dos nossos clientes de uma forma cada vez mais equilibrada com a nossa própria dimensão sem perder o nosso rumo.

- Qual é para si a definição contemporânea de luxo?
Com o país no estado em que está, 1º Sobrevivência, 2º algum crescimento se possível. Ter tempo para mim e conseguir desligar. Suplantar as minhas expectativas numa relação direta com o meu cliente com uma boa proporção comercial e com autenticidade.

- No atual conceito de moda o que valoriza mais: o design ou o corte?
Tudo, roupa é roupa, a diferença está no cuidado de cada detalhe e na forma como completamos o todo, desde o conceito à peça no cabide. A diferença está nos meus olhos, naquilo a que dou ouvidos e como pronuncio a minha palavra. É essa “poesia” que o cliente procura em nós.

- De todas as coleções que já desenhou, qual foi para si a mais memorável?
Aquela com que enterrei o meu pai, faz agora 2 anos, foi muito dura...
Mas hoje ao pensar em 20 anos de Nuno Gama, sinto-me rico pois tenho boas e belas memorias da minha vida, se hoje partisse ia incompleto, mas feliz.


- Gosta de voltar a coleções antigas e dar-lhes uma nova vida?
Nada, passado é passado, valeu pela experiência, hoje preciso renovar, para evoluir.

- Que balanço faz dos seus 20 anos de carreira?
Responsabilidade, honra e gratidão, muito respeito pelo meu trabalho e pelo meu cliente.

- O que o inspirou e quais as suas propostas para o outono / inverno 13/14?
“Icosaedro” encerra simbolicamente a herança e a responsabilidade de 20 anos geometrizados na solidificação da marca numa estreita trilogia de mente perfeita / atitude perfeita / corpo perfeito. Cada ano, simbolicamente condensado num triângulo equilátero símbolo do homem e da sua virilidade. Interligados por um ponto comum, o amor incondicional com que me abençoou a minha mãe e que sem ele, esta maravilhosa aventura nunca seria possível. A importância do estilo revela-se na globalidade da conceção. A vestibilidade em paralelo com a proporção, aliadas pela função dos detalhes ergonómicos, por efeitos surpresa e pelo sentido de humor, sempre com o dominador comum da autenticidade da moderna Vida Portuguesa. Estar atento às constantes mutações do homem NG, glorificando o estilo em harmoniosa proporção com a vida, foi e é o meu grande desafio, na minha capacidade de reação ao permanente desafio das novas regras de elegância. Um homem perfectu de silhueta longilínea, contrastada por troncos viris, com volumes mais ou menos próximos do corpo. Reafirmamos a paixão pela riqueza das fibras naturais em contraposição pelos novos acabamentos tecnológicos. Os algodões e as lãs continuam a sua disputa hierárquica, num jogo discreto de baço / brilho, contrastando com maneirismos de luxo de excelente aspeto que apelam ao toca-me e à segurança de grandes clássicos, como o Príncipe de Gales e o Pied de Poul em jogos de diversas escalas. A força dos azuis atlânticos em profundos contrastes de negro, enaltecidos de quando em vez pela paixão do vermelho ou tranquilizados por uma paleta mais tranquila de cinza ou camel.



DESFILE



FOTOGRAFIAS: © RUI VASCO



Sem comentários: